A PESQUISA BRITÂNICA, 1990 E 1995

(1)Meade TW, Dyer S et al (1990) Low-Back Pain of Mechanical Origin:
Randomised Comparison of Chiropractic and Hospital Outpatient Treatment.
(2)Meade TW, Dyer S et al (1995) Randomised Comparison of Chiropractic and Hospital Outpatient Treatment for Low-Back Pain : Results from Extended Follow-Up.
British Medical Journal : 311 ; 349.

Uma das pesquisas de mais influência devido ao seu tamanho, desenho cientifico, independência e resultados foi a finalizada pelo médico pesquisador Meade junto com outros pesquisadores independentes selecionados pelo Conselho Médico Britânico de Investigação. A pesquisa foi publicada na prestigiosa revista médica britânica British Medical Journal em 1990 (1) e ampliado com resultados a mais longo prazo publicados em 1993 (2).

No primeiro, publicado em 1990 (1) foram estudados 741 sujeitos durante três anos. Tratava-se de comparar o tratamento quiroprático com o tratamento médico convencional recebido nas consultas externas dos hospitais para pacientes com dor lombar de origem mecânico. O tratamento médico consistia na sua maioria em fisioterapia (incluindo manipulação ou mobilização feito por fisioterapeutas), medicação, tração, colete e exercícios.

  • Os resultados mostraram que os pacientes tratados por Doutores em Quiropraxia, estavam significativamente melhor, não só nos primeiros seis meses, mas também durante os dois anos seguintes.
  • Além de experimentar melhores e mais duradoiros resultados, os pacientes tratados por Doutores em Quiropraxia perderam menos dias de trabalho por baixa laboral.

Em 1995 (2), Meade et AL, retomam a pesquisa e realizam um seguimento mais extenso dos tratamentos realizados há cinco anos durante a primeira pesquisa e valoraram a duração de seus efeitos:

  • Os resultados do seguimento continuam sendo favoráveis ao tratamento quiroprático em longo prazo e Meade conclui que o tratamento quiroprático é uma terapia superior às recebidas nas consultas dos hospitais tanto a curto como em longo prazo.